Mudas de Mogno Africano

Mudas de Mogno Africano

Mudas de Mogno Africano

Quando o investidor inicia o processo do plantio de Mogno Africano, ele precisa passar por diversas fases como: escolha de terreno (se ainda não tiver um), análise clima, solo, projeto de plantio e a compra das mudas. Mas como saber se as mudas de Mogno Africano que está comprando são de boa qualidade?

Há cultivadores que não se atentam na hora de escolher as mudas e acabam tendo grandes prejuízos durante o desenvolvimento das árvores. Para que você não entre nessa fria, vamos ajudá-lo explicando como identificar as principais características que fazem com que as mudas de Mogno Africano sejam de boa qualidade. 

Por que a qualidade das mudas de Mogno Africano importa?

A resposta é simples: porque sem boas mudas, você não conseguirá ter árvores bem formadas para atingir o retorno financeiro que a madeira de Mogno Africano pode oferecer. Quando fazemos as estimativas de lucro (veja a planilha de investimento), partirmos do pressuposto que todas as etapas do plantio foram realizadas com os devidos cuidados, inclusive a escolha das mudas de Mogno Africano

Adquirir plantas de baixa qualidade é um dos passos para o fracasso e dificilmente seu plantio irá prosperar. De acordo com a Sociedade Internacional de Arboricultura, uma árvore de pouca qualidade poderá desenvolver problemas de alto custo ao longo do tempo, aumentando a necessidade de manutenção e reduzindo os benefícios que poderiam ser proporcionados naturalmente por ela.  

Ao contrário de uma árvore de alta qualidade que, quando plantada e cuidada corretamente, poderá se tornar um patrimônio de longa vida para sua propriedade.

Identificando Mudas de Mogno Africano de baixa qualidade

A Sociedade Internacional de Arboricultura também ressalta que uma árvore de baixa qualidade possui algumas características fáceis de identificar, como:

Formato frágil: mudas com formato frágil apresentam vários galhos se originam do mesmo ponto e os ramos crescem de forma desordenada.

Lesões: o tronco pode apresentar ferimentos de manuseio ou poda incorreta. Nunca compre uma muda de árvore sem analisar o tronco detalhadamente. Caso a muda esteja embalada, remova o embrulho e verifique a existência de lesões, cortes de poda incorretos e danos causados por insetos. 

Os cortes que removem ou prejudicam o colar (porção inferior do galho que conecta ao tronco) poderão causar problemas, como cancros, apodrecimentos e rachaduras. Quando a poda é realizada de forma incorreta, deixando tocos, a árvore pode não se recuperar do corte embrulho.

Problemas com as raízes: as raízes podem ser limitadas, amassadas ou circulares em um torrão ou vaso subdimensionados. Esses problemas podem reduzir bastante a perspectiva de vida útil longa, e de uma árvore atraente e saudável. Ao comprar uma muda de Mogno Africano, inspecione-a cuidadosamente para que possa identificar os problemas relacionados à sua forma, a danos ou às raízes.

Características das mudas de boa qualidade

Por ser altamente lucrativo, o Mogno Africano atrai cada vez mais investidores interessados em cultivá-lo. Por isso sua atenção deve aumentar perante os inúmeros fornecedores de mudas de Mogno Africano.

Para você saber se a muda que está adquirindo é de boa qualidade, é importante analisar os seguintes aspectos:

Recipiente: verifique se as mudas de Mogno Africano foram produzidas em tubetes de plástico. Esse recipiente de formato cônico é indicado pois favorece a não formação de enovelamento das raízes.

Tamanho: a muda de Mogno Africano precisa ter em média 20 a 30 cm de altura para ser considerada pronta para o plantio. Se ela for menor que isso, recomendamos que não ainda não faça o plantio a campo.

Endurecimento ou rustificação: é importante você descobrir se a muda passou por esse processo, pois ele é imprescindível. No endurecimento, o sombreamento é reduzido permitindo a exposição da planta à condição que ela enfrentará após o plantio. Mudas que não passam por esse processo, podem não vingar.

Transporte: embora muitas vezes negligenciado, o transporte é um dos fatores essenciais para se verificar no momento da compra das mudas. Essa fase é de extrema importância, pois é preciso tomar cuidado para não as machucar ou quebrar. Caso o percurso seja muito longo, elas poderão chegar com coloração amarelada e até um pouco murchas. Mas se as mudas apresentarem apenas esses aspectos, poderão ser revertidos facilmente, fazendo a hidratação necessária.

Como adquirir boas mudas de Mogno Africano?

O Instituto Brasileiro de Florestas (IBF), por ser referência nacional em Mogno Africano, preza pela alta qualidade do processo de cultivo para oferecer as melhores mudas desta espécie. 

As mudas do IBF seguem os rígidos critérios de qualidade, começando pela seleção cuidadosa de sementes com boa procedência. São produzidas em tubetes plásticos, recebendo os nutrientes necessários para que cresçam e suas raízes se desenvolvam sem enovelamentos. 

A produção ocorre em um viveiro amplo, com limpeza frequente a fim de evitar que ervas daninhas e pragas se desenvolvam e ataquem as plantas em crescimento.

A etapa de rustificação também é aplicada com a frequência correta para o fortalecimento da muda e adaptação para o campo. Todos esses processos são realizados e acompanhados por equipe técnica composta por profissionais especializados.

Quando o IBF recebe os pedidos das mudas de Mogno Africano, a equipe de expedição faz o trabalho de seleção para os clientes, analisando a formação da raiz, caule, ramos, folhas e separa as unidades com a melhor aparência e estrutura. Lembrando que mudas com boa aparência sinalizam que estão saudáveis e prontas para o plantio.  

A acomodação dos tubetes em bandejas plásticas, otimiza o transporte das mudas que é realizado cuidadosamente em caminhões climatizados. Isso evita a desidratação da planta e diminui outros estresses que o percurso pode causar, favorecendo a boa adaptação do indivíduo no campo. 

Portanto, quando você estiver escolhendo onde comprar as mudas de Mogno Africano, o mais importante é conhecer a procedência por completo e quem é o seu fornecedor. Não leve em conta somente o valor que será pago pela unidade, pois essa falsa economia poderá trazer grandes prejuízos ao invés de lucro para o seu negócio. 

Para saber mais sobre as nossas mudas, não deixe de conferir o Catálogo de Produtos e Serviços do Instituto Brasileiro de Florestas.

Entenda como remover a muda do tubete no vídeo a seguir: