Projetos sólidos de investimento em florestas de Mogno Africano

Projetos sólidos para florestas de mogno africano

Investimento em Florestas de Mogno Africano

Já pensou em florestas de Mogno Africano como um projeto sólido de investimento? As vantagens são inúmeras, o que faz das florestas de mogno africano um projeto viável e seguro fora das opções que o mercado financeiro apresenta.

Para facilitar e tornar ainda mais acessível este tipo de investimento, o IBF organizou todos os passos para aqueles que querem investir, mas não sabem por onde começar ou não tem muita prática em silvicultura. 

Florestas nobres é um projeto sólido e altamente lucrativo

Dentre tantas vantagens que fazem das florestas nobres um projeto sólido, destaca-se em especial:

  • Segurança: o investimento em florestas é altamente seguro, se comparado com outras formas de investimento arrojadas e variáveis do mercado financeiro.
  • Flexibilidade da colheita no corte raso: É possível avaliar preço do mercado da madeira e conferir o melhor momento para fazer a colheita e venda das toras removidas no corte raso.
  • Retorno: o retorno financeiro é destaque entre os fatores positivos deste tipo de investimento, uma vez que o valor da madeira sempre aumenta em conjunto com o valor da terra.
  • Independência do mercado financeiro: o plantio de florestas se movimenta de forma independente do mercado financeiro, o que mitiga os efeitos das variações na economia.

Como ter esse projeto sólido de investimento em florestas de mogno africano?

Muitas vezes, quando se pensa em investimento já se imagina todo trabalho de organização, estudo e tempo dedicado para que o processo tenha o resultado esperado.

Investir em florestas de mogno africano também precisa de dedicação, porém é mais simples do que muitos pensam.  Para tanto, não é necessário conhecimento específico na área, muito menos de dedicação exclusiva para que todo processo aconteça, uma vez que a equipe do IBF cuida de todas os procedimentos para a aquisição da terra, produção das mudas, implantação da floresta, manutenção e manejo. 

Buscando democratizar e facilitar todo processo de investimento em Mogno Africano foi criado o Polo Florestal de Mogno Africano, uma área dedicada ao cultivo único da espécie localizada em Pompéu, MG. Essa região já é conhecida pelo enorme cultivo de eucalipto e agora já registra inúmeros hectares do plantio da espécie Mogno Africano.

A grande vantagem de investir em um Polo Florestal são os custos reduzidos, uma vez que todo processo de cultivo é feito em grande escala. Maquinários e equipe já estão postos no local para desenvolver um trabalho de qualidade e com a frequência adequada.

Há a possibilidade de se investir fora do Polo, porém os custos são maiores, já que todo fornecimento de insumos será movimentado apenas para aquela quantidade de plantio.  

No Polo Florestal de Pompéu, o IBF administra mais de 1.500 hectares em Mogno Africano de diferentes investidores. São fazendas com grande aptidão florestal e altos índices de produtividade, com solo e clima favorável para a silvicultura. Do ponto de vista logístico e comercial, a região possui toda estrutura para o escoamento da madeira.

A região da zona da mata mineira, que se integra ao Polo Florestal, comporta a primeira floresta do projeto com 100 hectares de Mogno Africano plantados entre 2015 e 2020. O plantio primário já passa de 5 anos de idade e seu primeiro manejo aconteceu em 2018, eliminando 40% dos indivíduos mantendo-se os indivíduos dominantes com maior DAP, altura e o fuste retilíneo. As maiores árvores alcançam mais de 25 metros de altura e o crescimento da floresta segue exuberante.

Dentre as etapas do projeto estão, em especial,a de aquisição da área em que será feito o reflorestamento, uma vez que o investidor torna-se proprietário da fazenda, garantindo a posse da propriedade onde a floresta será plantada.

1ª etapa: a aquisição da área no Polo Florestal 

Para realizar esta etapa da aquisição da área, a equipe do IBF realiza algumas atividades, como:

  • Prospecção de áreas aptas para o cultivo;
  • Análise do solo e a interpretação técnica do resultado;
  • Análise de toda documentação do imóvel e dos vendedores da terra;
  • Realização da compra da terra pelo IBF;
  • Elaboração do projeto técnico do plantio para aquela área;
  • Serviço de topografia e desmembramento da área;
  • Assinatura do contrato e posse da área;
  • Transferência da terra em cartório.

2ª etapa: o reflorestamento

Após o processo da compra da área é realizado o reflorestamento do local. Essa etapa é completamente técnica e precisa de dedicação exclusiva. É importante que tudo seja realizado de forma adequada, para que o produto final atenda o padrão de qualidade exigido no mercado de madeiras nobres.

Em geral esta etapa é dividida nas seguintes ações:

  • Aprovação do projeto técnico
  • Preparo do solo e reflorestamento
  • Monitoramento e manutenção
  • Colheita

Todas essas ações podem ser acompanhadas diretamente com a equipe de especialistas do IBF, que mantém uma comunicação direta e permanente com o investidor. Também é possível verificar, por meio do painel de controle do cliente, fotos, vídeos, relatórios técnicos, documentos, mapas, boletos, contratos, CND’s, entre outras informações de interesse do investidor.

Quer saber mais sobre o projeto de reflorestamento com Mogno Africano? Entre em contato com a equipe de especialistas do IBF.